[Entrevista] Guilherme Brito

Continuando com a nossa série de entrevistas com profissionais da nossa área resolvemos buscar mais uma autoridade, pois nada mais justo que um OCM para falar sobre certificação. Conheci o Guilherme através de posts em fóruns e entrei em contato com ele pois queria saber como era a trajetória até se tornar Master. Agora temos a oportunidade de compartilhar com vocês do #certificacaobd! :)

Sobre: Guilherme Brito atua como DBA há mais de 6 anos, é especialista em bancos de dados Oracle, Oracle Certified Master 10g, e atualmente trabalha em uma parceira Platinum da Oracle – CSI – Centro de Soluções em Informática.

Guilherme, seja bem-vindo ao Certificação BD!

1) Temos leitores de vários níveis que buscam se qualificar profissionalmente. Pode nos falar um pouco dessa escalada até se tornar um OCM? Quais dificuldades enfrentadas? Como foi a tua preparação?

R.: Olá, primeiramente gostaria de agradecer o convite do Vitor, para participar desta entrevista. Mas vamos lá. Aos 19 anos, comecei a trabalhar com bancos de dados em uma oportunidade de estágio – foi onde conheci Oracle, me interessei, e comecei a me aprofundar nos estudos. A minha primeira certificação foi a OCA (Oracle Certified Associate), que é uma prova básica que aborda conceitos da arquitetura do banco de dados e coisas básicas que todo DBA deve saber. Após esta certificação, comecei a estudar tópicos mais avançados de bancos de dados e tirei a certificação OCP (Oracle Certified Professional). Após realizar a prova de OCP, já estava com o objetivo de fazer a prova OCM, mas antes disso me aprofundei um pouco mais nos estudos sobre RAC e tirei a certificação OCE RAC 10g (Oracle Certified Expert). Em Maio de 2010, foi quando realizei a prova de OCM na Oracle University de Atlanta/EUA. A principal dificuldade encontrada foi a questão do tempo. Por exemplo, tive que implementar um dataguard em 60 minutos. Apesar da documentação da Oracle estar disponível na prova, o tempo é muito curto para poder ficar procurando algo na documentação. A prova consiste em 8 cenários, e muitos deles são dependentes e qualquer erro pode ser fatal. A preparação para prova começou há anos atrás, pois a certificação OCM 10g é um exame prático, totalmente diferente das outras certificações. O foco da minha preparação foi pegar cada tópico da prova, implementar e conseguir realizar todos os tipos de testes e tirar todas as dúvidas. Mas os três últimos meses foram mais intensos, estudando inclusive nos finais de semana.

2) Temos ainda pouquíssimos profissionais no país com a certificação OCM. O que te fez buscar essa certificação? Porque a pouca oferta de profissionais com essa certificação? O fato da prova ser fora do país dificulta muito?

R.: A minha intenção foi buscar um diferencial no mercado de trabalho. E também, profissionalmente falando, sempre gosto de traçar meus objetivos e metas, e trabalhar para poder alcançá-los. Creio que os motivos para ter tão poucos OCM´s no Brasil, seja primeiramente pelo alto custo para tentar fazer a prova. Tive que fazer 3 cursos oficiais da Oracle (um curso para OCP, mais dois cursos avançados para OCM), e, além disso, pagar 2 mil dólares para tentar a prova, fora as passagens, estadia em hotel, etc. O fato de ser uma prova prática de 2 dias também já assusta muitas pessoas. A meu ver, se a prova fosse aplicada no Brasil, já iria ajudar bastante, e com certeza teríamos mais profissionais brasileiros com essa certificação.

3) Já fizemos esta pergunta na entrevista anterior, mas gostaríamos também da sua opinião. Qual profissional é mais valorizado e requisitado no mercado hoje: um DBA multidisciplinar, que conhece um pouco de vários fabricantes, ou um DBA especialista e profundo conhecedor de um produto específico?

R.: Eu vejo que um DBA multidisciplinar tende a aumentar suas opções no mercado de trabalho. Atualmente, trabalho somente com banco de dados Oracle, pois o foco da empresa que trabalho é em soluções Oracle, e os clientes que atendo não têm esta necessidade. Mas, em outras empresas, já administrei bancos Sybase, Sql Server e MySQL. É muito importante o DBA conhecer outros bancos de dados, mas é necessário, também, ter um foco, uma especialização. Pois, muitas vezes, para resolver determinados tipos de problemas, o cliente vai querer um especialista naquela solução.

4) Qual conselho você gostaria de passar aos nossos leitores que buscam uma Certificação em Banco de Dados? E principalmente aqueles que aspiram se tornar referência, um novo Chuch Norris em certificações, um outro OCM… 

R.: A primeira coisa é realmente trabalhar com o que gosta, não adianta querer ser DBA e tirar certificações somente para ganhar mais. A partir do momento em que está fazendo com prazer, tudo vai ser mais fácil e as coisas vão fluindo naturalmente. Após isso, é traçar suas metas e trabalhar para alcançá-las. Deixo para os leitores uma frase de um grande vencedor – “Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si.” (Ayrton Senna)

5) O que o mercado espera de um OCM? As demandas são mais pontuais? Na tua experiência existe algo que só um OCM faz?

R.: Hoje estamos em um mercado altamente competitivo, e esse mercado exige que estejamos sempre atualizados. A certificação Oracle Certified Master requer bastante estudo, pois é uma prova bem puxada se comparada às outras certificações, principalmente por ser prática. Conseqüentemente, deixa o profissional melhor preparado para qualquer tipo de problema que envolva bancos de dados Oracle. Mas não acredito que tenha algo que só um OCM faz, pois a documentação da Oracle é muito rica, e qualquer um pode acessar e tirar dúvidas sobre qualquer tópico de banco de dados Oracle.

Certificações do nosso entrevistado:
Oracle Database 10g Administrator Certified Master
Oracle Database 10g: Real Application Clusters Administrator Certified Expert
Oracle Database 11g Administrator Certified Professional
Oracle Enterprise Manager 11g Certified Implementation Specialist

Links:
Guilherme Brito – OCM
Guilherme Brito – Oracle DBA

Aproveitem e Obrigado Guilherme!
Equipe CertificaçãoDB!

6 Comments

  1. Otavio Nunes

    Parabéns pela entrevista. Muito bom o conteúdo.

  2. Anonimo

    Puta que pariu meu Chefe ta Famoso…

  3. Charles Uchôa

    Excelente entrevista e serve de estímulo a outros futuros especialistas.

  4. Giancarlo Jordão

    Parabéns ao Guilherme. Reconhecimento merecido!

  5. Cleyton Nilo

    Entrevista bem elaborada. Exemplo de profissional para os que estão iniciando.

  6. Clécio Novais

    Parabéns pela entrevista, muito boa e Parabéns principalmente ao Guilherme.

Deixe uma resposta

Follow

Get every new post delivered to your Inbox

Join other followers:

%d blogueiros gostam disto: