LINGUAGENS DO BANCO DE DADOS

Constituído das duas linguagens abaixo:

LINGUAGENS DE DEFINIÇÃO DE DADOS – DDL

Chamada popularmente no meio de banco de dados de DDL (data definition language) são linguagens que definem o banco de dados, que após compiladas são guardadas como os metadados (dicionário de dados). O resultado da compilação das definições é um conjunto de instruções para especificar os detalhes da implementação dos esquemas de banco de dados, detalhes são ocultados (Silberschatz, 2006).

Exemplos:
create table, drop table, alter table

LINGUAGENS DE MANIPULAÇÃO DE DADOS – DML

Chamada popularmente como DML (data manipulation language) é a forma do banco de dados de recuperar e inserir as informações no banco de dados, alterar dados existentes no banco de dados e também se remover esses dados. Ou seja, toda e qualquer forma de ‘manipular’ os dados do banco de dados.

Exemplo:
select, insert, update, delete

LINGUAGENS DE BDS – VDL

Sistemas de Banco de Dados que utilizam a arquitetura três esquemas necessitam de uma linguagem para a definição de visões, a Linguagem de Definição de Visões ou Vision Definition Language (VDL).

Exemplo:

Att,
capin