Pessoal,

Esse post abaixo teve alguns comentários muito interessantes, resolvi publicar esse pois tem muito comentário e vale a pena ler. Bom proveito.

—- Na integra! —-

Um novo comentário ao artigo “IBM DB2 Workshop for Oracle Professionals – Part 1” está à espera da sua aprovação!

Autor: Ricardo Portilho Proni
Email : ricardo@nervinformatica.com.br
URL : http://nervinformatica.com.br/

Comentário:
“A compressao de dados no DB2 é melhor pois comprimi tudo que existe no database, diferente do Oracle…”

Retirado da documentação:
Oracle 11gR2 comprime dados, índices e LOBs (além de Backup e Log para Data Guard):
Oracle Advanced Compression provides comprehensive data compression capabilities to compress all types of data, backups, and network traffic in an application transparent manner. With Advanced Compression, Oracle includes table compression targeted at OLTP workloads, resulting in reduced storage consumption and improved query performance while incurring minimal write performance overhead. Advanced Compression can be used to compress any unstructured content using SecureFiles Compression.

DB2 LUW 9.7 comprime dados, índices, e parte dos LOBs (além de Backup):
Data stored in base table rows and log records is eligible for row compression. In addition, the data in XML storage objects is eligible for compression. LOB data that you place inline in a table row can be compressed; however storage objects for long data objects are not compressed.
——————–

“Com a compressao, a reorganizacao de tabelas nao se faz mais necessario.”
A reorganização (com a finalidade de habilitar a compressão) era necessária no DB2 LUW 9.1, para que se criasse um dicionário de dados estático com os dados existentes na tabela. Na versão 9.5, um dicionário é criado automaticamente quando uma tabela atinge 1MB de dados inseridos, e passa a comprimir os dados baseados neste dicionário. Mas pense que se seus dados mudarem muito, o dicionário de compressão continua o mesmo, ou seja, pode passar a nem comprimir mais.

Era desta forma (com dicionário estático) que a compressão no Oracle antes do 11gR2 funcionava: a chamada compressão OLAP, pois só comprimia o que vinha em uma carga de dados, como CTAS ou SQL*Loader. No 11gR2 passou a levar em conta apenas os dados de um block de dados, o que teoricamente deve comprimir menos por possuir menos dados para comparação, mas não tem o problema da alteração da proporção dos dados em relação ao dicionário.

Retirado da documentação:
DB2 LUW 9.7:
Row compression uses a static dictionary-based compression algorithm to compress data by row. The dictionary is used to map repeated byte patterns from table rows to much smaller symbols; these symbols then replace the longer byte patterns in the table rows. The compression dictionary is stored along with the table data rows in the data object portions of the table.

Oracle 11gR2:
You can store heap-organized tables in a compressed format that is transparent for any kind of application. Compressed data in a database block is self-contained, which means that all information needed to re-create the uncompressed data in a block is available within the block. A block is also compressed in the buffer cache. Table compression not only reduces the disk storage but also the memory usage, specifically the buffer cache requirements. Performance improvements are accomplished by reducing the amount of necessary I/O operations for accessing a table and by increasing the probability of buffer cache hits.
—–

DB2 tem outras vantagens muito boas. Por exemplo, a integração real com TSM (os Archives podem ser enviados diretamente para Fita) e AIX (você pode configurar o DB2 para utilizar automaticamente toda a memória que o DB2 tiver, sem utilizar Swap, e se beneficiar da compressão de RAM do SO no AIX 7.0). Ou a criação (e posterior eliminação) automática de Redo Logs secundários, o que minimiza o problema de lentidão no Oracle por falta de Redo Logs (o evento Checkpoint Not Complete).
O DB2 possui um BACKUP DATABASE real, enquanto no Oracle isto é uma coleção de DATAFILEs (você pode ter apenas meio backup de DATABASE na mão).
Já não encontrei comparação à OWI no Oracle, que possibilita Tuning sem Checklist no DB2.
Também faz falta no DB2 algo equiparável ai Rolling Upgrade com o Oracle Data Guard, ou sua flexibilidade (até 30 Standby, Cascaded Standby, Logical Standby, Snapshot Standby).

Fontes:
https://www.ibm.com/developerworks/mydeveloperworks/blogs/9f8bfefa-2918-4bf1-aff4-8690d9a249de/entry/db2_deep_compression_compress_c3_a3o_profunda_no_db213?lang=en

http://publib.boulder.ibm.com/infocenter/db2luw/v9r7/topic/com.ibm.db2.luw.admin.dbobj.doc/doc/c0056481.html?resultof=%22%64%65%65%70%22%20%22%63%6f%6d%70%72%65%73%73%69%6f%6e%22%20

http://download.oracle.com/docs/cd/E11882_01/license.112/e10594/options.htm#DBLIC142

http://download.oracle.com/docs/cd/E11882_01/server.112/e16638/build_db.htm#PFGRF94152

——- x ———-

Obrigado Portilho pelo apoio.

Att,
capin